Contos Escolhidos, Machado de Assis

Código do produto: 2021040190

Nível do stock suficiente

3,80


Contos Escolhidos, Machado de Assis. Coleção Clássicos da Literatura. ISBN 7897380901033. Edição brasileira. 194 pp.

Sobre o livro

O livro é uma coletânea de contos realizada pelo jornal gaúcho Zero Hora em 1998, na época foi lançada uma coleção com clássicos da Literatura Portuguesa e Brasileira, focando em obras que fazem parte do currículo das escolas, por isso tem no final um pouco da história do autor e um sessão de perguntas e respostas.

O livro com os contos de Machado de Assis é o primeiro da coleção e traz os seguintes contos: Terpsícore, O espelho, Teoria do medalhão, O alienista, A sereníssima república, O caso da vara, Pai contra mãe, Um homem célebre, A causa secreta, A cartomante, Noite de almirante, O enfermeiro, D. Paula, Singular ocorrência e Missa do Galo.

Sobre o livro

O livro é uma coletânea de contos realizada pelo jornal gaúcho Zero Hora em 1998, na época foi lançada uma coleção com clássicos da Literatura Portuguesa e Brasileira, focando em obras que fazem parte do currículo das escolas, por isso tem no final um pouco da história do autor e um sessão de perguntas e respostas.

 

O livro com os contos de Machado de Assis é o primeiro da coleção e traz os seguintes contos: Terpsícore, O espelho, Teoria do medalhão, O alienista, A sereníssima república, O caso da vara, Pai contra mãe, Um homem célebre, A causa secreta, A cartomante, Noite de almirante, O enfermeiro, D. Paula, Singular ocorrência e Missa do Galo.

 

Joaquim Maria Machado de Assis, nesceu em 21 de junho de 1839, no Rio de Janeiro, publicou seu primeiro poema em 1855. Foi jornalista, contista, cronista, romancista, poeta e teatrólogo. 

 

“A obra de Machado de Assis abrange diferentes gêneros literários. Na poesia, iniciou com o romantismo de Crisálidas (1864) e Falenas (1870), passando pelo Indianismo em Americanas (1875), o parnasianismo em Ocidentais (1901). Paralelamente, apareciam as coletâneas de Contos fluminenses (1870) e Histórias da meia-noite (1873); os romances Ressurreição (1872), A mão e a luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878), considerados como pertencentes ao seu período romântico.

 

A partir daí, Machado de Assis entrou na grande fase das obras-primas, que fogem a qualquer denominação de escola literária e que o tornaram o escritor maior das letras brasileiras e um dos maiores autores da literatura de língua portuguesa.”

 

O autor faleceu no Rio de Janeiro, em 29 de setembro de 1908. É o fundador da cadeira nº. 23 da Academia Brasileira de Letras e ocupou por dez anos a presidência da Academia.

Procurar também nestas categorias: Usados, Ficção